terça-feira, 5 de abril de 2016

Projeto sexual entre jovens

A série de fascículos Adolescentes e Jovens para a Educação entre Pares, do Projeto Saúde
e Prevenção nas Escolas (SPE), como o próprio nome indica, é destinada a adolescentes e
jovens. Tem como objetivo auxiliá-los(as) no desenvolvimento de ações de formação para
promoção da saúde sexual e saúde reprodutiva, a partir do fortalecimento do debate e da
participação juvenil.

Seu propósito não é ser apenas mais um conjunto de fascículos, e sim trazer provocações
e aprofundar o conhecimento que os(as) adolescentes e jovens têm a respeito de temas
presentes em toda a sociedade, e que muitas vezes são tratados de maneira equivocada
ou com preconceitos. Ao mesmo tempo, deseja orientar o trabalho por meio de oficinas,
debates e leituras. Pretende, também, provocar reflexões e instigar o diálogo sobre as
temáticas do SPE dentro das escolas brasileiras. relação sexual

Os temas fundamentais destes fascículos são dados pelos eixos de ação do Projeto Saúde
e Prevenção nas Escolas, que tem como objetivo central desenvolver estratégias de
promoção dos direitos sexuais e dos direitos reprodutivos, de promoção da saúde, de
prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, do HIV e da aids, e da educação sobre
álcool e outras drogas, com adolescentes e jovens escolares, por meio do desenvolvimento
articulado de ações no âmbito das escolas e das unidades básicas de saúde. up skin creme

garcinia
garcinia cambogia
garcinia emagrece
quanto custa garcinia O SPE é conduzido, no âmbito federal, pelo Ministério da Educação e pelo Ministério da
Saúde, em parceria com a UNESCO, o UNICEF e o UNFPA. Essas instituições constituem o
Grupo de Trabalho Federal (GTF) que está encarregado da elaboração de diretrizes,
avaliação e monitoramento do Projeto. estimulante sexual

Acreditando que adolescente aprende mais com adolescente, o Ministério da Saúde e o
Ministério da Educação, por meio do GTF, convocam adolescentes e jovens a intensificar o
diálogo entre seus pares. Partem, também, da convicção de que os setores Saúde e
Educação estão relacionados a vários temas que precisam ser contextualizados e
discutidos, tais como: sexualidade, prevenção das DST/HIV/aids, cidadania, participação,
direitos, relações de gênero, diversidade sexual, raça e etnia.

O trabalho com esses temas exige uma abordagem pedagógica que inclui informação,
reflexão, emoção, sentimento e afetividade. Por isso, este conjunto de fascículos oferece
uma variedade de conteúdos e trabalha com conceitos científicos, poesias, música, textos
jornalísticos, dados históricos e de pesquisa, entre outros.

Cada um deles contém: texto básico; materiais de apoio, com informações variadas e/ou
curiosidades sobre o que se discutirá em cada oficina; letras de músicas, poesia e
sugestões de filmes que mostram como o tema tem sido tratado em diversas
manifestações culturais e em diferentes lugares, no Brasil e no mundo.
A partir de agora, o debate está cada vez mais aberto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário